Project

General

Profile

Overview

Em análise forense de documentos, a diversidade de tipos de estilos da escrita manuscrita demanda, quando se faz necessário à verificação da autoria da escrita, o uso de grafotécnicas para análise destes documentos. Estes documentos manuscritos podem ser oriundos das mais diferentes situações do dia-a-dia, tais como: cheques, recibos, notas fiscais, contratos, documentos pessoais, documentos de veículos, entre outros. A análise grafotécnica consiste em um conjunto de procedimentos laboratoriais para análise das características da grafia individual de um mesmo autor. Tais procedimentos são realizados pelos peritos em grafoscopia e reconhece-se nestes procedimentos um grau de subjetividade. A subjetividade advém dos elementos da grafia a serem analisados e dos métodos de análise utilizados pelos peritos. Isto tudo, devido ao fato de que o ser humano tem a tendência de: observar o todo e não os detalhes, organizar o que vê, adicionar a terceira dimensão em cenas, segmentar figura-fundo e reconhecer formas incompletas. Assim, necessita-se estudar os procedimentos de perícias grafotécnicas sob a ótica da percepção humana. Este estudo reveste-se de importância diante da originalidade do mesmo. Pois, não se encontram estudos com este enfoque na bibliografia.